11.6.08

O amor não cabe em um dia


É...E chegou a fatídica data que não suporto. O dia 12. Escuto, então, a velha balela de minhas amigas, principalmente da Silvia que será a minha Biógrafa futuramente..haha "Você odeia porque está sozinho!" Dizem sempre como se isso fosse me comover e me fazer mudar de opinião. Só que digo o que realmente me incomoda nesse dia.
Tenho certeza de que amanhã (hoje é 12..o blog q é burro! rs) aparecerão vários casais de mãos dadas e tantando competir entre si para reproduzir a melhor cena romântica do dia. Que decadência humana! Será que não podemos amar para além das datas?
E aí, escrevo isso porque já presenciei, casais que vivem brigando entram em harmonia por causa do dia 12. Ora, pense bem. Não podia ser o dia 1 de abril o dia dos namorados? E o dia 12, o da mentira?
Tá..posso ter pego pesado, mas muita gente entendeu o que disse. Os relacionamentos estão cada vez mais superficiais e as pessoas se unem apenas porque têm medo de ficarem sozinhas. Quanta bobagem! Claro que admito ter esse medo também, mas isso é natural ao ser humano e ficar com uma outra pessoa só por "ficar" não é o meu tipo. Já escrevi um texto poético sobre isso : O verbo Ficar.
No entanto, não vivo das ilusões que crio. Isso deveria ser uma atitude que devíamos sempre tomar com o amor. O que escrevo não pode ser comparado à minha vida. Assim, como o laço de união entre duas pessoas não possa ser reduzido a um dia.
E, para encerrar, em homenagens às críticas que recebo (rs), digo (escrevo) como seria o meu dia 12 se estivesse com uma namorada...
No dia 11, mandaria uma mensagem "Eu te amo" para o celular dela. Já, no dia, a abraçaria e diria que era a mulher da minha vida. (sem dizer nada sobre o dia) Mesmo que ela retrucasse o meu elogio (mulher adora fazer isso), eu insistiria de outra forma. Ou seja, o que quero dizer é que prefiro fazer de cada segundo da pessoa que amo uma eternidade, porque o amor é um sentimento infinito. Ele não cabe em joguinhos, não cabe em um único dia e muito menos num texto corrido como esse...rs Mas para os que acreditam que há um dia pra ele, Feliz dia dos namorados.

Um comentário:

Máximo Heleno Lustosa da Costa disse...

rômulo, tou sem tempo até pra me coçar... tá fogo... dou aulas e trabalho na iniciativa privada... o conversando está capengando. estamos sem lugar e sem história... mas assim que tiver algo entramos em contato... abraço. max