9.12.08

A dança do Ser

Não faça o que digo
nem ouça o que falo.
Aprenda comigo
que a vida é uma farsa.

Mas, com ninguém, minto
no convívio cara a cara.
Não sou o que você pensa,
nem o que cogitara.

Sou muito mais do isso,
faço tipo na praça.
Escrevo para passar o tempo,
enquanto lembro do que mais admirava.

Ontem fui poeta,
hoje sou menino
e, no futuro, um Ser em devir.
O homem humilde
que não se cansa de rir-se
do que o suponham ser.

5 comentários:

Solo Kestera disse...

Isso aí. De volta a poesia?

Vanessa disse...

Belíssimo poema!

Mar disse...

Olá, Rômulo.
Nossa! Este poema deu um nó na minha cabeça... :S não, porque, primeiro: o eu-lírico está brincando com quem o lê, só pode!!! Ele diz, não faça o que digo, e não ouça o que falo e logo depois alerta: "A vida é uma farsa"! Bem... será uma farsa inclusive esse poema... com certeza a resposta é sim, não é?
Achei genial! Parabéns! Merece um poema resposta! Pensarei em um!
Beijos

Rômulo disse...

Esse poema me veio à cabeça numa manhã de sexta-feira, quando saía de casa. hehe Não gosto muito de falar sobre o que escrevo, porque defendo a liberdade criativa acima de tudo. No entanto, achei interessante a sua sacada da parte principal do poema. Geralmente, começo a partir de uma idéia e vou desenvolvendo com a reflexão. Aí depois é só cortar o que não se parece com a gente. Cortazar diz algo semelhante quanto à composição de um conto, mas em outro contexto. Qual não foi a minha surpresa ao descobrir que "farsa" também é um gênero textuaL? Na hora, pensei na ilusão da vida e de como isso tenta ser "imitado" pelo processo mimético da literatura. Meus parabéns por seus artigos também. Já quanto ao poema resposta, vou esperar hein? rss

um abraço

Mar disse...

Oi, Rômulo,

olha só, fique à vontade para NÃO me responder!rs Entendo os seus motivos de não querer falar sobre as suas produções, também faço Letras, esqueceu?!rs

Mas eu posso falar sobre o que escreve, então.. não liga não! Aho que blog é pra isso mesmo... o bom é que você tem, através de outras pessoas, diferentes leituras sobre o que você mesmo escreveu! Isso deve servir para alguma coisa, ou não!rs

Beijos