8.3.09

As mulheres, o Universo e a Energia


"Cada um de nós leva dentro de si a imagem de mulher tirada de sua mãe: por isto é que se sente inclinado a respeitar as mulheres em geral, ou desprezá-las, ou a sentir indiferença por elas."


Friedrich Nietzsche



E tudo começou com um olhar...


O que falarei aqui sobre as mulheres pode parecer, ao leitor atento, muito óbvio. Mas nunca sabemos o que, realmente, se passa na mente das rainhas do Universo. Só temos a certeza de que as conhecemos pelo olhar.

Se a Bíblia coloca Adão como primeiro ser a habitar o planeta, por que ele precisaria de um outro ser para se sentir melhor? Essa pergunta polêmica surgiu em meu pensamento quando lembrei do objetivo desse subjetivo início. E, como diria o filósofo alemão da epígrafe, sempre tivemos uma imagem feminina em nossa mente.

Tenho a certeza de que o homem não é um ser solitário como o capitalismo criou através do "self-man". Pois até o mesmo a solidão advogada por poetas e pensadores dispensa a máxima do egoísmo atual e "Adão pôs à sua mulher o nome de Eva, porque ela era a mãe de todos os viventes."

Eva, em hebraico, significa vida. A própria Bíblia sagrada aponta esse significado em uma nota de rodapé. Por isso, a mulher nunca teve esse caráter submisso que a sociedade criou ao longo dos séculos.

Não nos parece que nós sempre nos submetemos a um olhar feminino? O Universo foi construído, mas ele precisa de um olhar encantador para sobreviver. Deus sabe o que faz! "O senhor Deus disse: 'Não é bom que o homem esteja só; vou dar-lhe uma ajuda adequada."

O homem recebeu uma ajuda que, embora tenha sido culpada pela sociedade, apoiou-o como um alicerce imponente diante das mazelas da vida. A mulher também suportou as dores que nenhum homem poderia suportar. O castigo foi, indubitavelmente, mais severo com o ser feminino.

Mas isso demonstra a sua importância no Universo. Só os "grandiosos" são escolhidos para suportar a dor em uma catástrofe. Ao mesmo tempo, os fracos tentam adquirir a proteção dos "grandiosos" com o objetivo de se igualarem.

Lembro-me, agora, da coragem de tantas mulheres que conheci. Elas nos fascinam por suas atitudes. Às vezes, devo admitir que ficamos fracos diante do olhar de uma Eva. Parece-me que voltamos a descobrir a vida quando olhamos diretamente um ser dessa magnitude. Já vi os homens mais viris se renderem a um mínimo charme feminino.

E, por mais que a sociedade crie a imagem do homem como um ser ativo e agressivo, acredito em sua passibilidade diante da mulher. Embora, geralmente, a mulher queira ser dominada e não receber apenas olhares. No entanto, é no olhar que construímos a sua auto-estima. Dizem que o homem existe por uma visualidade e a imagem importaria muito para a gente. Só não vi perguntarem o porquê dessa importância...




Obs.: Um trecho de um de meus textos antigos que decidi compartilhar como homenagem ao dia das mulheres. Ele está reunido para quem sabe um dia ser publicado. Um abraço a todos


13 comentários:

Vanessa disse...

Belo texto, obrigada pelo olhar :-)


Abraço

Philip Rangel disse...

Muitas vezes pergunto como que simples atos de verdade como foi desempenhado pela Ester, nos faz entrar nesse mundo magico de verdade; esse mundo que ao mesmo tempo falamos de algo serio, encontramos novos amigos, novos conteudos. Isso se chama mudança, isso é incluir na sociedade, mostrando o que somos capaz. E hoje ao ler seu conteudo deparo com varias suspresas como essa, que faz eu parabenizar a vc.. pelo excelente trabalho...

Continuemos....abraços

"A gente nao faz amigos, reconhece- os"
Vinicius de MOrais

Cristiane Marino disse...

Olá Rômulo!

Que pensar bonito! fiquei mais uma vez encantada com seu texto, tão verdadeiro, singelo e gratificante!

***e o texto da coletiva da Ester?

beijokas

Rômulo disse...

Pô..ía até pedir desculpas lá, mas fiquei sem graça..rs É q o meu tempo encurtou e estou tendo que direcionar a minha atenção para além dos textos...rs Até o texto que coloquei aqui já foi escrito há um tempo. E muito obrigado pelos comentários. Sei que são como o de todos que aparecem por aqui. Todos muito sinceros.

um abraço

Mar disse...

Olá,

Rômulo, não estou conseguindo seguir seu blog, parece que estou bloqueada, não entendi. Vê isso aí, pode ser que outras pessoas também estejam sendo bloqueadas.

Quanto ao texto... Nossa! Essa história de Adão e Eva da o que falar, quer dizer, falar de mulher dá o que falar!rs
parabéns!

Bjs

minha literatura agora disse...

Bonito texto,Rômulo,mas o que acontceu?Você sumiu,ou não tem postado?Aco que anto eu como outras pessoas temos sentido falta de suas postagens.Sua poesia é de primeira,meu amigo.Continue nos brindando com sua palavra.Um abraço do james.

Experiência Diluída disse...

Nossa que belo texto rapaz! Apesar de ter várias coisas na Biblia que não concordo e que são de extremo machismo, vc deu vida e interpretação diferenciada. Parabéns. ADorei mesmo.

minha literatura agora disse...

Rômulo,tem outro Dardos para voc~e no meu blog.(sei que às vezes dá trabalho blogar,ams não compensa infinitamente?)abraço do james.

Vanessa disse...

Este é comentário convite para a blogagem coletiva O filme da minha vida que acontecerá em abril lá no Fio. Se puder, participe ou apareça para conferir o evento.

Abraço!

Valdeir Almeida disse...

Rômulo,

(Você nunca mais postou um texto seu, está fazendo falta).

As mulheres sempre são inseridas em dois extremos: a poetização e a discriminação.

Obviamente, acho que a mulher deve ser tema de poesias (elas são temas das minhas também). Mas o que não acho interessante é colocá-la como um ser tão "endeusado" que se torna inatingível.

O outro extremo é a discriminação. Infelizmente, ainda existem trogloditas que só enxergam a mulher como objeto de seu prazer.

Gostei de sua abordagem a respeito da mulher.

Abraços e retorne logo.

www.ponderantes.blogspot.com

Valdeir Almeida disse...

Rômulo, tudo bem?

Estou passando por aqui, para lhe dizer que tem selo para você lá no meu blog.

Abraços e boa semana.

Rômulo disse...

Valeu Valdeir pela preocupação, mas está tudo bem sim. A única diferença agora é que estou reservando menos tempo ao blog. Mas não desisti de postar não..rs Também agradeço a sua lembrança, com mais uma premiação ao blog.

Um abraço

Rômulo

Compulsão Diária disse...

Belo olhar. Preciso dele hoje. Demais!